A Força do Amor


   A sabedoria é algo que encontramos espalhada por todo o universo, encadeada em cada pedra, em cada planta, em cada criatura humana ou divina. Aprender a observar tudo aquilo que nos rodeia é aprender a verdade que esconde o mundo, mais além de suas formas e de suas aparências.
   
   Certa vez a um Mestre lhe foi proposto o enigma de descobrir a força mais terrível sobre a face da terra, este encontrou a resposta quando entendeu que o Amor era a força mais divina, então seu oposto, o ódio, era a coisa mais terrível existente.
   
   A força que emana do Cristo é o Amor, e é por este Amor que todas as coisas podem ser redimidas e purificadas.
   
   Não falamos por falar, sinceramente podemos de verdade reconhecer que a melhor Religião acessível a qualquer pessoa é o Amor.
   Indiferente de formas religiosas ou de expressões que possa tomar a sabedoria Crística, o Amor é o caminho e a força capaz de nos redimir e de auxiliar de forma eficaz a todos quantos necessitam.
   
   O Amor é a força capaz de guiar qualquer um sabiamente pelo caminho do Espírito, já que é a força do próprio espírito que ao manifestar-se em um indivíduo o eleva as esferas mais superiores de consciência e sabedoria.
   Isto vemos expressar-se em toda a natureza, nas pequenas e nas grandes coisas que criam e tornam a criar e que sempre zelam pela bem-aventurança da criação.
   
   
   Não há como negar a beleza, a simplicidade e a pureza do Amor materno para com sua criação, algo que realmente eleva este indivíduo a alturas praticamente insondáveis pela mente humana.
   Muitos amores verdadeiros se mostram como elevadores absolutos da moral humana, já que o indivíduo integra-se e vela pelo próximo como uma extensão de si mesmo.
   O Amor Filial, o Amor para com a Divindade, o Amor entre os Casais, o Amor para com a Humanidade, o Amor para com a Vida (todas as criaturas viventes), são certamente diferentes tipos de amores que complementam-se como um verdadeiro impulso íntimo à autorrealização do indivíduo.
   
   O Amor é certamente a melhor religião acessível ao homem e é algo que temos de cultivar, valorizar.
   
   Muitas antigas religiões do passado, formas da grande religião universal, perderam-se em meio ao esquecimento e a degeneração, porque afastaram-se dos princípios do Verdadeiro Amor.
   
   
   Se observarmos todos os mandamentos da Lei de Deus (o Decálogo), encontraremos o Amor como a força impulsora do cumprimento absoluto de todos os mandamentos.
   
   Porque se encarnamos a força do Amor, como vamos ir contra nosso Deus Criador, sendo que compreendemos o valor da vida, o valor de sua criação e das Leis que estabeleceu para nossa bem-aventurança.
   Como poderia manifestar-se o Ciúmes, a Inveja, a Ira, a Cobiça, e toda maldade humana, quando estamos preenchidos por impulsos divinos que nada tem de ver com estas bestialidades inferiores.
   
   O Amor é a força transformativa e revolucionária que nos impulsiona até a Divindade.


MDCLXV